AGENDA CULTURAL DE LISBOA

  • RECANTOS

    agenda cultural de lisboa
  •  
    “Designers are authors, as a writer and editor, I design texts and editorial structure. 
    There are quite a few similarities between writing and designing - both are deeply editorial activities, which means that in both cases the writer or designer has to make essential decisions about the structure of content: they have to turn disparate data into meaningful information…”


    BRUINSMA, Max, Lecture, Johannesburg (SA), Lisbon (PT), September 2001
     
  • Este projeto editorial, realizado na disciplina de Design Editorial 2, na Faculdade de Belas Artes de Lisboa, visa complementar ou redefinir a natureza primária da agenda cultural tendo como ponto de partida a Agenda Cultural de Lisboa. Foi definida uma estratégia e uma estrutura editorial considerando a criação e ampliação de canais de comunicação, assumindo para o efeito uma dimensão multimédia, integradora de suportes impressos e digitais, possibilitadora de uma maior interação com os diferentes públicos.
    Foram superadas as diferentes fases, desde a definição do conceito e do nome da publicação, até à criação do primeiro número impresso e de uma solução digital.
    A Agenda Cultural “Recantos” surge como uma nova proposta no mapeamento da cidade de Lisboa sugerindo mais para além dos tradicionais eventos que constituem a atual agenda. É proposto um percurso mensal que mostra o lado menos turístico da cidade. A organização temática da revista segue o percurso sugerido na sobrecapa (mapa).
    Cada mês tem a sua temática, que lhe está diretamente relacionada. O número produzido como exemplo, para o mês de Março, segue a temática da Primavera, e sugere jardins como locais também a visitar (Jardim das Oliveiras, Jardim do Museu da Arte Popular, Miradouro Adamastor, Jardim da Gulbenkian, Parque José Gomes Ferreira e Jardim Museu da Cidade).
    Tendo em conta igualmente fatores económicos e sustentáveis, esta agenda foi pensada para ser impressa em bicromia, sendo atribuída para cada mês uma cor. Neste mês da Primavera, e dos jardins, foi escolhida a cor verde. Foram também simuladas as capas dos dois meses seguintes, Abril e Maio, mês da música (cor azul) e mês dos museus (cor castanha), respetivamente.
     
    A versão online da agenda é uma versão mais completa, com mais informação, com hiperligações que aprofundam o conteúdo e a possibilidade de rever meses anteriores (disponível em recantoslisboa.wix.com/recantos).
    Este foi um projeto realizado em grupo, por Catarina Palma, Ivan Vasilev e Lúcia Buisel, em Abril de 2012.
    Em exposição na Fabrica Features, em Lisboa, de 5 a 22 de Outubro (mais informação em fabrica-features-lisboa.blogspot.pt).