• | Mineral | 
    2015 |acrílica sobre tela | 400x700mm

    Formas geométricas e orgânicas aglomeradas figuram estar em transformação. Deseja-se evidenciar a gênese e o crescimento das formas como processo mais importante do que as próprias formas.

    Podemos encontrar essa relevância nos escritos do pintor Paul Klee: “o dar forma é movimento, ação”, “o dar forma é vida". Assim, em um mundo constituído de vidas, a relação essencial se dá entre formas e forças como aquelas encontradas nas formações dos minérios. Ao olhar uma pedra, idagamos quais ações resultaram na formação deste corpo sólido que traz o modo como materiais de todos os tipos, com propriedades múltiplas, são avivados pelas forças do universo, misturadas umas às outras na geração de coisas.

    Neste sentido, as formas contidas em Mineral, são operadas por diversas forças entrelaçadas durante o percurso de criação de uma artista – pensamentos, memórias e desejos, que não se cessam. As formas continuam em movimento porque essas forças estão atuando sobre a obra, evidenciando a relação da produção de um artista com suas lembranças e vivências.

  • Exposição 11 Vitória em Arte - 18.08.2015 a 2015.10.2015